Postagens de destaque:

Um amor chamado Giane.

11 de setembro de 2015

Não sei vocês, mas eu nunca havia lido um livro desse gênero. Quero dizer, biografia. Nunca me interessei em ler algo do tipo. Não sei por quais motivos, mas me lembram revistas que falam da vida de famosos. Então vocês devem estar se perguntado por que resolvi ler Giane. Acertei? 

Comprei o livro por um simples motivo: Sou apaixonada pelo ator Reynaldo Gianecchini. Já faz algum tempo que comprei o livro e o li. Talvez alguns anos para ser mais sincera. E hoje resolvi compartilhar com vocês. Aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de ler, eu aconselho a correr para a livraria mais próxima!



Autor: Guilherme Fiuza // Editora Sextante  // Pag.: 304  

"Gianecchini enfim se permitiu encarar o pensamento proibido: ‘Pode ser que tenha chegado a minha hora.’ No que olhou pela primeira vez para a cara da morte, a sua morte, bem de frente, foi tomado por uma calma profunda. Por um momento perdeu de vista os médicos, as enfermeiras, a empresária, a mãe, os parceiros profissionais e afetivos, a legião de fãs. Enxergou com clareza o verdadeiro lugar de todo mortal em sua condição mais pura: a solidão. E se sentiu forte nesse lugar. Entendeu que fora exatamente dali que, ainda menino, vislumbrara o seu caminho – um caminho que o diferenciava de todos os membros de sua família, de todos os exemplos que havia à sua volta no interior, de tudo o que ouvira na escola. Sozinho, deixara Birigui de ônibus e ganhara o mundo. Agora, a sós com seu medo, Giane foi sendo tomado de certa excitação. O que seria aquilo? Se não era masoquismo, devia ser coragem. Estava pronto para a travessia. Qualquer uma."
 Após ler ao livro, me tornei ainda mais fã desse homem de personalidade forte que nasceu no interior de São Paulo e desde cedo já sabia o que gostaria de ser e aonde ir. O livro não segue uma ordem, ele conta toda a vida de Gianecchini. Desde o dia de seu nascimento até as horas mais trágicas de sua vida. 

O garoto de Birigui sempre sonhou em conquistar o mundo, viajar do norte ao sul, levar sua arte e encantar a todos. E não é que ele conseguiu? Fico encantada com todo seu trajeto, transformações, conquistas e amores. 

Confesso para vocês que: fiquei chocada ao saber que ele é o melhor amigo da Cláudia Raia e vise-versa! Isso nunca passou pela minha cabeça. Não que eles não possam ser melhores amigos, claro que podem. Mas e nunca imaginei. Sério! Os dois são muito ligados e me encantaram com esse forte laço de amizade.

Giane, Reynaldo, Júnior, Rey seja lá qual for o nome/apelido sempre soube quem era, de onde era e para onde gostaria de ir. Um jovem determinado a ser independente que cursava Direito mas que amava modelar e atuar. O que mais me cativa em tudo isso é ver o quanto vale a pena lutar pelos sonhos que se tem. 

E não poderia deixar de falar que chorei horrores nos momentos em que é narrado seu drama ao se encontrar com câncer. Mesmo sabendo que ele se encontra curado, é quase impossível não se comover com sua história e luta. Uma biografia narrada em terceira pessoa que nos envolve do começo ao fim. Ela nos faz admirar o ser humano.

Espero que possam tirar um tempo parar ler Giane - Vida, Arte e luta. Beijos.

Att Natieli. 

2 comentários:

  1. Eu tenhoooo e amo esse Livro !!!
    Beijos Nai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não me engano foi eu quem te indicou esse livro na época! hahaha Muito bom mesmo. Beijos!

      Excluir



Todos os direitos reservados. ©
Desenvolvido por Sofisticado Design.